III Fórum Copa Bahia 2014 debate acessibilidade e presta contas à população

Quem compareceu na manhã de hoje (12/12), no Gran Hotel Stella Maris, se deparou com um receptivo diferente. Idosos e cadeirantes recepcionaram os participantes do III Fórum Copa Bahia 2014, evento realizado pela Secopa, que este ano teve como foco, o debate sobre a inclusão de pessoas com deficiências no Mundial de 2014. Um protocolo de intenções com o Cedeca e um convênio com o Sebrae-BA também foram assinados durante a cerimônia, com intuito de ampliar os legados sociais que a Copa vai proporcionar para a Bahia.

Com uma representatividade expressiva, o evento contou, em sua abertura, com a participação do ex-ministro do Esporte do Reino Unido, Richard Carbon, do Secretário Nacional de Desenvolvimento Turístico do Ministério do Turismo, Fábio Motta, do diretor de relações institucionais do Comitê Organizador da Copa 2014, Fábio Starling, dos Secretários Estaduais da Copa do Mundo, Ney Campello, de Justiça, Cidadania e Direitos Humanos (SJCDH), Almiro Sena, da Fazenda, Carlos Martins, do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte, Nilton Vasconcelos, do Turismo, Domingos Leonelli, do Superintendente do Sebrae-BA, Edival Passos, entre outras autoridades.

O primeiro painel do dia foi apresentado pelo Secretário Ney Campello e teve foco no balanço e nas perspectivas do Programa Copa 2014 na Bahia. Os participantes tiveram a oportunidade de saber o andamento dos principais projetos que estão sendo realizados para o Mundial de 2014. Durante sua explanação, o Secretário afirmou que “o espaço é uma oportunidade de controle público social daquilo que está em curso na Bahia para a Copa 2014”.

Antes de iniciar o segundo painel, o público foi surpreendido por duas apresentações de pessoas com deficiência: um casal apresentou um número de dança, e em seguida, um cadeirante emocionou o público com uma apresentação que foi aplaudida de pé pelos participantes.

Para debater sobre Acessibilidade na Copa: Superando Barreiras, um time especial foi montado. O Superintendente dos Direitos Humanos da Pessoa com Deficiência da SJCDH, Alexandre Baroni, intermediou a discussão sobre a temática que ocorreu entre o músico, compositor e fundador da Banda O Rappa, Marcelo Yuka, a Coordenadora do Núcleo de Pesquisa, Ensino e Projeto sobre Acessibilidade e Desenho Universal da UFRJ, Regina Cohen, e a Coordenadora-geral de Acessibilidade da Secretaria Nacional de Promoção dos Direitos da Pessoa com Deficiência, Ângela Carneiro da Cunha.

Yuka iniciou sua apresentação destacando a fala do Secretário Ney Campello sobre as duas Copas que acontecerão no país, sendo uma delas a de legados. ”Como o Secretário disse, o mais importante são os legados que ficarão”. A maior parte de sua explanação teve como objetivo a reflexão do público sobre a questão da acessibilidade. Já a Regina Cohen apresentou o projeto de Acessibilidade que foi desenvolvido para a cidade do Rio de janeiro, pensado como um dos legados para as pessoas com deficiência, após os jogos Olímpicos e Paralímpicos de 2016.

O painel foi finalizado com a fala da Ângela Carneiro Cunha focou sua apresentação no panorama atual da acessibilidade no Brasil.

Pela tarde, os participantes puderam conhecer como Londres se preparou para receber as Olimpíadas do próximo ano. A palestra foi proferida pelo ex-ministro do Esporte do Reino Unido, Richard Carbon, que falou da oportunidade de conhecer Salvador e de sua satisfação com a cidade e o entusiasmo da preparação do Estado para a Copa 2014. “Vocês têm uma das maiores oportunidades de mostrar para o mundo sua cidade”, destacou.

Image

* Ricardo Gomes Silva  & Richard Carbon – Foto: Eduardo Freire

Carbon relatou que durante as visitas que foram feitas nas cidades que já tinham realizado megaeventos esportivos, ele sempre fazia a seguinte pergunta: o que você faria de diferente se fosse realizar o evento novamente? Como resposta encontrava sempre que não existe preparação sem planejamento, orçamento e terra para construir. Em relação aos micro e pequenos negócios, ele conta que há mais de 70 mil negócios registrados para Londres em 2012. Também destacou que toda a experiência está disponível para uso do Brasil.

A discussão sobre a relação com a TV e Imprensa em grandes eventos internacionais também foi realizada no III Fórum. O debate foi intermediado pelo Presidente da Associação Bahiana de Cronistas Desportivas (ABCD), Márcio Martins, e contou com a participação dos jornalistas Jorge Luiz Rodrigues (Colunista do Globo ) e Eric da Máquina do Tempo.

Como posicionar sua marca neste novo cenário esportivo que o Brasil está vivenciando. Esse foi o foco do painel sobre estratégias de Branding, debatidos no III Fórum Copa Bahia 2014, que aconteceu no último dia 12 de dezembro, no Gran Hotel Stella Maris, em Salvador pelo consultor Internacional de Marketing e Comunicação, Mike De Vries, foi o palestrante principal do painel que teve como mediador Ricardo Gomes Silva da SSTUDIO – Marketing & Entretenimento.

Categorias: 2014, Copa do Mundo, Ricardo Gomes Silva, Richard Carbon, Salvador, SSTUDIO Marketing & Entretenimento | Deixe um comentário

Navegação de Posts

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: